sexta-feira, novembro 10, 2017

COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO lançado em Portugal

No dia 5 de Novembro, teve lugar na Livraria Sá da Costa, Galeria o lançamento do novo livro "COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO" da Arandis Editora.


Da esquerda para direita estão, Nuno Campos Inácio, da Arandis Editora, Manuel Rosa, Investigador e Autor, Professor José Carlos Calazans, Universidade Lusófona, Professor Rui Costa Pinto, Presidente da Sessão da História (Sociedade de Geografia de Lisboa) e Lurdes Feio, Jornalista e tradutora do texto


O livro representa 26 anos de investigação e trás muitas novidades e documentos que permitem o autor a declarar que o Mistério que era Colombo, está agora resolvido.

Podem adquirir o livro em PORTUGAL só na Livraria Sá da Costa, Rua Garrett nº 100, Chiado em Lisboa ou directamente da editora Arandis aqui:
http://www.arandiseditora.pt/products/colombo-misterio-resolvido/

Para os Estados Unidos e outros países, encomendar aqui:
http://www.columbus-book.com/resolvido.html


Aconselho a quem tem interesse por este livro que encomende-o já.
Pois é uma edição extremamente pequena que se esgotará em pouco tempo.

Agradeço imenso à Arandis Editora por ter vindo apoiar esta edição. Um favor que me fizeram á ultima da hora e com grande esforço.

Não sei se haverá nova edição porque eu ando neste momento em busca de uma editora nacional com possibilidades de meter o livro nas livrarias do país inteiro.





Cumprimentos,
Manuel Rosa
www.Manuel-Rosa.com


Manuel Rosa recebe top Prémio da Media na Polónia


Durante uma viagem à Polónia no fim de Outubro, 2017, onde fui convidado para dar duas palestras sobre a minha investigação à vida de Cristóvão Colon, fui agraciado com o prémio nº 1 de Media pela organização MediaTravel que dá prémios para melhores filmes, documentário, livros, etc...
O "Columbus Award" foi-me dado pelo meus 26 anos de investigação que resultaram na publicação do meu ultimo livro em Portugal: Colombo: Mistério Resolvido.








sexta-feira, novembro 03, 2017

COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO - Lançamento

NO Lançamento do livro: COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO 
Estarão Presentes:
Professor José Carlos Calazans, Universidade Lusófona
O Professor Rui Costa Pinto, Presidente da Sessão da História (Sociedade de Geografia de Lisboa)
Lurdes Feio, Jornalista e tradutora do texto
Manuel Rosa, Investigador e Autor 


Dia 5 de Novembro, 2017 - às 18:30 em Lisboa: 

Livraria Sá da Costa - Galeria,  
Rua Garrett, 100-1º, Chiado, Lisboa 



COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO
Comprar o livro aqui


   

A VERDADE NUNCA REVELADA SOBRE CRISTÓVÃO COLOMBO 
 “Colombo Mistério Resolvido”, a obra do historiador e investigador português Manuel Rosa, provavelmente o maior especialista internacional sobre a temática Cristóvão Colombo, vencedora do Prémio “Independent Press Award in World History – 2017”, nos Estados Unidos da América, será finalmente editada e apresentada em Portugal. A obra apresenta as mais recentes conclusões de uma investigação profunda, que o autor iniciou em 1991, apresentando documentos nunca antes analisados, que vão desde testes de ADN até cartas assinadas por Cristóvão Colombo e seus familiares directos, que afastam definitivamente a possibilidade de Colombo ser Genovês. Mas o autor vai mais longe, comparando a heráldica usada por Colombo e seus descendentes, comparando-a com outros brasões antigos, mas também fazendo a evolução dos mesmos através da descendência do navegador (e espião) até épocas mais recentes, nomeadamente até se confundirem com simbologias maçónicas. A edição desta obra e de outros estudos de Manuel Rosa, já fizeram com que, nos Estados Unidos, mas um pouco por todo o mundo, surjam vozes a pedir a revisão de manuais escolares, retirando dos compêndios de história as referências à origem genoveva do descobridor da América. Quem era de facto Cristóvão Colombo, que relação tinha ele com Portugal e geral e com a região algarvia em particular, que proximidade tinha com D. João II, porque ofereceu os seus serviços a Espanha, porque regressado da América reuniu primeiro com D. João II, antes de se dirigir a Espanha, são alguns mistérios resolvidos pelo autor nesta obra, prefaciada na sua edição portuguesa por Nuno Campos Inácio e editada em Portugal pela Arandis Editora. 


::::::::::::::::::::::::::::

COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO
Referido em várias críticas internacionais como o melhor e mais autoritário livro alguma vez escrito sobre Dom Cristóvão Colon, a sua edição inglesa venceu o Prémio de Melhor Livro de História Mundial, na sua edição de 2017, nos Estados Unidos.
O livro, que se lê não apenas como um trabalho histórico biográfico, mas como uma obra de mistério e suspense, qual história de aventura, esmaga todos os tipos de paradigmas.
A obra é composta por inúmeras afirmações extraordinárias, feitas desassombradamente pelo autor, que tem o cuidado de confirmá-las sempre documentalmente, recorrendo inclusive a testes de DNA. Cada detalhe é um facto inédito e convincente, que deixa o leitor constantemente na expectativa da revelação seguinte, viajando constantemente por trilhos laterias excitantes, que nenhum pesquisador do “Colombo” alguma vez sequer percebeu existirem, e muito menos, ousou se aventurar. 
O livro revela um mundo surpreendentemente sofisticado em espionagem geopolítica no século XV.
O navegador apresentado na nova biografia não é um incompetente marinheiro, lunático, que se perdeu no caminho para a Índia, ganhando imortal fama pela sua ignorância. Era realmente outro James Bond altamente qualificado no seu tempo, que planeava cada passo com cuidado e executava-o com perfeição. Foi-lhe confiada uma missão secreta, e ele realizou-a tão perfeitamente através de mentiras, intrigas e traição, que demorou meio milénio para alguém descobrir a verdade.

Esse facto, por si só, derruba um imenso complexo de mitos, fraudes, confusões e controvérsias que durante séculos rodeavam o papel e a identidade de “Cristóvão Colombo,” embora o raciocínio para sustentar esta afirmação seja muito intrincado e abrangente para ser resumido em poucas palavras. Basta dizer que o descobridor era um personagem radicalmente diferente, em uma missão radicalmente diferente, do que há muito se supôs.” - Bob Lamming

Considerado a maior autoridade hoje sobre a vida do descobridor das Américas, Manuel Rosa iniciou a sua “viagem de descoberta” em 1991, durante os preparativos para o Cinquentenário nos Estados Unidos. Em 2006, publicou os iniciais resultados surpreendentes da sua pesquisa n’O MISTÉRIO COLOMBO REVELADO

Passados mais 11 anos de incansável pesquisa em documentos históricos de vários países, este COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO apresenta mais factos novos, nunca dantes ligados ao misterioso navegador, e traz soluções para por fim a todos os enigmas e mistérios que ainda existiam na vida de Dom Cristóvão Colon. 
O que transparece com evidência numa procura autêntica, rigorosa e sem «pré-conceitos» da verdade histórica é o genial plano secreto da Junta de Matemáticos e do Rei D. João II, sem dúvida, um dos grandes génios e estrategas políticos do passado milénio. Viaje até aos bastidores do Era dos Descobrimentos num texto que se lê sofregamente, página a página, e está recheado de surpresas. 
Após a leitura do COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO a história jamais será vista como dantes. 
O véu de mistério e segredos tecido 500 anos atrás foi retirado.

"A informação contida nas páginas de COLOMBO: MISTÉRIO RESOLVIDO é nada menos que autêntico abridor de olho". -Anita Lock do IndieReader.com

Eu tenho feito pesquisas históricas por mais de 50 anos e encontrei o livro de Manuel Rosa como uma extraordinária pesquisa arquivística.” - Dr. E. Lee Spence, Arqueólogo Subaquático. Presidente da Sea Research Society.

"Agora acredito que Colombo é culpado de uma enorme conspiração realizada ao longo de duas décadas". - Professor James T. McDonough Jr., St. Joseph’s University.

Para mais informações e para encomendar este novo trabalho, visite www.Manuel-Rosa.com


Manuel Rosa frente ao túmulo a Rainha Sofia, na Catedral Wawel,
Krakóvia, Polónia, 27 de Outubro de 2017

O autor está agora a trabalhar para convencer as autoridades da Polónia a dar acesso aos ossos necessários para fazer novos testes de ADN em conjunto com o Port. José Lorente da Universidade de Granada, na Primavera de 2018.