terça-feira, dezembro 04, 2007

Almirante Colon - membro de Santiago ?

ALMIRANTE COLÓN - MEMBRO DE SANTIAGO ?


Na sala dos Almirantes do Alcazar de Sevilha encontra-se uma pintura de Alejo Fernandez, intitulada "A Virgem dos Navegantes", onde está representado o Almirante Don Cristobal Colón.

O manto do Almirante está decorado com motivos de três romãs abertas, cuja possível relação com o Paço dos Duques de Beja, do qual só resta o Portal na vila de Cuba, já abordamos anteriormente na página "Amigos da Cuba".

Mas por entre as ramagens do padrão do manto, encontram-se outros símbolos talvez intrigantes, até pelo facto de estarem meio ocultados.

Aqui mostramos dois recortes do manto do Almirante, onde se podem ver esses símbolos.





No recorte efectuado na manga do manto, junto ao cajado da figura de barba branca, vê-se a metade esquerda de uma coroa.
No recorte efectuado junto à gola vê-se a parte inferior duma coroa, pela qual entram dois troncos com a forma de "Y".
Cá está, dirão alguns: é daqui que vem o Colombo y taliano !

Pela nossa parte, estamos mais inclinados para associar estas coroas à origem nobre de Don Cristóbal Colón, até porque o desenho da coroa é muito idêntico a outro que já vimos no Rei D. João II. Certamente não passará de mais uma coincidência...

Quanto aos dois troncos entrando pela base da coroa, também os vimos noutro local, de que aqui reproduzimos imagens (nota: devido à má qualidade, efectuamos também uma reconstrução de uma das fotos)














Precisamente numa foto da capa do livro "Regra e Statutos da Ordem de Santiago", correspondente ao período em que o respectivo Mestre era D. Jorge de Lancastre, filho do Rei D. João II com D. Ana de Mendonça.

Provavelmente será Lancastre o significado do "L" bem visível, entre os dois troncos que entram na coroa.

Dois troncos entrando na coroa, tal como no manto do Almirante Don Cristobal Colón.

Seria ele um Membro da Ordem de Santiago ???


4 Dez, 2007 - Carlos Calado

2 comentários:

  1. É interessante estar sempre atento aos pormenores, mas creio apenas tratar-se de uma coincidência. Esse tipo de entroncamentos de troncos que atravessam coroas são típicos dos padrões adamascados da época. Bastará comparar com os inúmeros exemplos de sebastos na paramentaria portuguesa, para encontrar desenhos similares ou iguais...
    Mas é estando atento aos detalhes que se descobre a Verdade!

    ResponderEliminar
  2. Caro David de Xira,
    Pode, de facto, não passar de uma coincidência, mas não deixa de ser intrigante que as coincidências apontem sempre para um ponto comum.
    Será que este padrão foi desenhado pelo próprio tecelão Colombo?
    Sendo típico dos padrões adamascados, terá algum significado na capa do livro da Ordem de Santiago?, ou deve-se apenas a falta de imaginação dos artistas da época?

    ResponderEliminar